Entrevista Exclusivo

Entrevista com o the GazettE em Nova York

27/07/2019 2019-07-27 05:55:00 JaME 319 views Autor: Sasha H., Silverfaye Tradutor: Nana

A banda contou tudo sobre “NINTH”.


© Sony Music Entertainment (Japan) Inc. All rights reserved.

Faz três anos desde que a banda visual kei the GazettE fez uma turnê mundial e se apresentou em Nova York. Desta vez, o JaME teve a oportunidade de conversar com eles um dia antes de outro show memorável no Playstation Theater.

A entrevista aconteceu em um espaço íntimo e confortável no escritório da Sony Music Entertainment (Japan) Inc., em frente ao Madison Square Park. Contrastando com a sua aparência mais intensa e sua presença imponente no palco, os membros da banda apareceram relaxados e tranquilos em seus trajes casuais pretos. Infelizmente, o guitarrista AOI não estava presente nesta entrevista.

Por favor, nos explique o simbolismo usado na arte do álbum NINTH.

RUKI: É sobre mostrar o lado escondido daquelas coisas que as pessoas acham “certas”. Por exemplo, polícia, clérigos, líderes religiosos, deuses, carma... Mas nós gostamos de dizer, sim, parece justiça na superfície, mas talvez exista algo nos bastidores que não seja... e é isso o que queremos expressar na arte do álbum.

Vocês mencionaram em outras entrevistas que NINTH não tem um conceito concreto, mas é uma representação de seu passado e presente. Como foi criar isso diferentemente de um álbum com um forte conceito, como DOGMA?

RUKI: Olhando para a era DOGMA, nós tivemos limitações na produção do som, por exemplo, com a guitarra e os acordes... Foi mais abstrato, e nós seguimos para a música que pensamos expressar a palavra DOGMA. Quando estávamos selecionando as músicas, removemos tudo que não retratasse isso para nós, mas também, quando trabalhamos nas músicas, nós não fizemos nada que não expressasse DOGMA.

Desta vez, enquanto criávamos o álbum NINTH, nós revimos tudo o que fizemos, desde a formação da banda até quem somos hoje. Nosso objetivo era apresentar “isso é quem nós somos, esta é a nossa cara” de uma forma que fosse fácil de entender.

Agora que parece que vocês estão saindo da “era mais sombria” que foi DOGMA, como vocês se sentem?

KAI: Nós já fizemos oito álbuns, e este é o nosso nono. No começo, nós sempre nos desafiávamos e, de cada desafio, nós absorvíamos os resultados. Mesmo de DOGMA, nós absorvemos todas as coisas boas, digerimos e nos tornamos o the GazettE que vocês conhecem hoje. Sem aquelas experiências e sem absorver cada uma daquelas coisas boas, eu não acho que o que aprendemos com elas aconteceria naturalmente conosco.

RUKI, você mencionou em uma entrevista que NINTH ODD SMELL foi difícil de fazer, porque ela mudou muito antes de chegar na versão atual. Que tipo de mudanças foram feitas? Em que momento você pensou “Ah, está pronta”?

RUKI: Nós temos o que chamamos de “grupo de seleção”. Primeiro, era uma coleção completamente diferente de músicas, certo? Quando fazemos uma música, provavelmente pensamos que estamos produzindo algo bom, mas às vezes na metade do grupo de seleção pensamos “Ah, na verdade, não está nada bom agora, desculpe” (risos). Então nós voltamos e refazemos. Essa música precisou de quatro tentativas, mas eventualmente vimos que estava boa. Ela vem logo após Falling, que é a segunda música do álbum, então queríamos ter certeza que estava de acordo.

Qual foi a inspiração por trás de ABHOR GOD?

RUKI: Essa é uma pergunta difícil.

KAI: Nós quatro, sem o RUKI, nos reunimos e decidimos o ritmo que precisávamos para a música. Nós sabíamos que queríamos fazer uma música empolgante e faltava uma para o álbum. Então discutimos o que queríamos produzir e foi como aconteceu. Nós sabíamos que queríamos uma música agitada. Isso era tudo, então pensamos que seria mais rápido nos reunirmos (risos) e trabalhar nela.

Você planejou escrever UNFINISHED como uma mensagem para os fãs?

RUKI: Na verdade, eu não estava pensando nisso, mas escrevi essa música querendo ter certeza que as pessoas pudessem escutá-la muito. Eu acho que de certa forma foi isso.

Quais músicas de NINTH são suas favoritas para tocar nos shows? Por que essas músicas?

REITA: GUSH. É fácil de tocar! (risos) Eu não tenho que ficar muito focado para tocá-la, então eu posso me divertir muito no palco (risos).

RUKI: NINTH ODD SMELL. Nós tivemos muito trabalho em fazer essa música direito, então é ótimo tocá-la ao vivo. Eu sou lento quando se trata de escolher músicas, então não é a minha coisa favorita pelo desafio que isso representa!

KAI: Uragiru Bero, porque tem tantas frases que eu amo, então é muito divertido tocá-la ao vivo.

URUHA: Sono Koe wa Moroku. Eu sinto que essa música mantém a intensidade do show, então é por isso que gosto dela.

Muitos dos seus fãs acharam que usar a 9ª Sinfonia de Beethoven para o teaser do show final da turnê foi muito divertido. Quem teve a ideia de usar essa sinfonia? Além de ter “Ninth” no título, teve algum outro motivo em particular para vocês terem escolhido essa peça musical?

RUKI: Eu sugeri, mas nós temos tocado a Nona de Beethoven várias vezes como parte de outros mixes, há muitos e muitos anos, então foi natural tocá-la (risos).

Para concluir a entrevista, por favor, deixem uma mensagem para os leitores do JaME.

RUKI: Após terminarmos essa turnê mundial, nós vamos fazer outro álbum. Nós continuaremos fazendo ótimas músicas, então gostaríamos que todos vocês acompanhassem para ver o que vamos lançar a seguir. Esperamos que você possa vir nos ver na próxima turnê.

 

O JaME gostaria de agradecer ao the GazettE e à equipe da Sony Music Entertainment (Japan) Inc. do escritório de Nova York pela oportunidade da entrevista.


ANúNCIO

Artistas relacionados

Eventos relacionados

Data Evento Local
  
30/04/20192019-04-30
21/06/2019
Turnê
  
30/04/20192019-04-30
Show
The Wiltern
Los Angeles, CA
EUA
  
04/05/20192019-05-04
Show
The Bomb Factory
Dallas, TX
EUA
  
06/05/20192019-05-06
Show
PlayStation Theater
New York City, NY
EUA
  
09/05/20192019-05-09
Show
Queen Elizabeth Theatre
Toronto, Ontario
Canadá
  
12/05/20192019-05-12
Show
Pabellón Cuervo
Mexico city
México
  
15/05/20192019-05-15
Show
Teatro Flores
Buenos Aires
Argentina
  
17/05/20192019-05-17
Show
Teatro Caupolicán
Santiago
Chile
  
19/05/20192019-05-19
Show
Audio Club
São Paulo
Brasil
  
11/06/20192019-06-11
Show
Electric Ballroom
London
Reino Unido
  
14/06/20192019-06-14
Show
Bataclan
Paris
França
  
16/06/20192019-06-16
Show
E-Werk
Cologne
Alemanha
  
19/06/20192019-06-19
Show
Backstage Werk
Munich
Alemanha
  
21/06/20192019-06-21
Show
Izvestia Hall
Moscow
Rússia
ANúNCIO