YUKI

磯谷 有希

também conhecido como:   Isoya Yuki  
major - Ativo (2002 - )
YUKI é uma das artistas femininas mais respeitada no Japão, que primeiro alcançou sucesso como a carismática cantora do grupo de rock Judy and Mary. Atualmente YUKI, em carreira solo, compõe e escreve suas próprias músicas, que são bem animadas. Além disso, a cantora também trabalha como modelo em diferentes projetos e já lançou diversos livros com suas ilustrações e idéias.

YUKI é uma artista rotineiramente descrita como energética e até mesmo rebelde. Em seus trabalhos, YUKI usa elementos femininos de uma maneira natural e simpática, tudo isso fazendo com que a cantora facilmente se distingua de outras pop stars produzidas por gravadoras japonesas.
autor: Anu - tradução: suu (2007-11-07)
formação
Isoya Yuki se tornou famosa ainda quando estava na banda Judy and Mary, um quarteto japonês bastante adorado. Quando a banda estava começando a trilhar seus primeiros passos logo no início dos anos 90, a jovem cantora – que estava no começo dos seus vintes – já tinha experiência em outras bandas. Mas foi com Judy and Mary (também conhecido como J.A.M) que ela alcançou o topo das paradas de sucesso.

Por volta de 1999, Judy and Mary decidiu pausar suas atividades e YUKI então decidiu abrir suas asas e voar solo. O resultado foram dois projetos musicais. O primeiro foi o single ai no hi mittsu orange, gravado com outra artista popular conhecida como Chara. Por ser um dueto, o single foi lançado sob o nome de chara+yuki. O outro projeto, mais um dueto, foi batizado de NiNa. Além de Yuki, esse projeto envolvia a cantora americana Kate Pierson, integrante do grupo The B-52’s. As duas cantoras lançaram um álbum e um single.

A carreira de Judy and Mary continou até o ano de 2001. Neste período a banda estava encerrando suas atividades e Yuki já havia se unido a um novo projeto chamado Mean Machine. Era uma proposta interessante – um grupo de rock composto completamente por mulheres. Apesar do projeto ter sido curto este foi um momento memorável na carreira da cantora, tendo inclusive Yuki e Chara tocado bateria na banda. Além de duas bateristas, a banda também contava com uma guitarrista, uma baixista e uma vocalista. Mean Machine seguia ideais girl power, um conceito muito querido por aquelas jovens. A banda criou músicas alegres e leves, o tipo que te faz querer agarrar e tocar um instrumento musical também.

Yuki então começou sua carreira solo com o nome de YUKI, lançando um single em 2002. O single foi entitulado de the end of shite e foi composto e escrito por Hiruashi Aiha, a vocalista do grupo Seagull Screaming Kiss Her Kiss Her. Um pouco mais tarde no mesmo ano o primeiro álbum solo de YUKI, PRISMIC, foi lançado ao público.

Os talentos dessa artista não se resumem só a música – Yuki também já lançou duas coletâneas de livros. A primeira, Girly Rock e Girly Swing, foi lançado em 1997.

Girly Rock representou o primeiro capítulo da biografia de YUKI, feito em cima da artista em si. Girly Swing porém é um livro que remete completamente a YUKI como pessoa: além de suas próprias idéias escritas, o livro contém também diversos desenhos próprios.

Mais tarde, outra coletânea parecida, mas atualizada, com os livros Girly Folk & Girly Boogie e Girly Wave & Girly Tree foi lançada. Uma observação é que os livros que contêm seus desenhos todos têm capas no qual YUKI expressou sua visão sobre pessoas nuas. A cantora também já trabalhou como modelo para diversas revistas de moda.

Com 17 singles, 3 DVDs e 5 álbums até agora, YUKI continua tendo uma carreira solo de sucesso tanto em vendagens como em concertos. Seja nas lojas de CD ou nas livrarias, certamente iremos ouvir e ver mais sobre essa mulher talentosa nos anos que estão por vir.
autor: Anu - tradução: suu (2007-11-07)
links
propagandas
  • Radio AniMiX
  • Chaotic Harmony
  • SYNC NETWORK JAPAN
  • euroWH